Skip to content
Início seta Graduação
Graduação PDF Imprimir e-mail
Livros, livros, livros...! 
Tendo em conta que o principal objectivo de formação nos cursos ministrados na ESCMC é de formar quadros suficientemente habilitados a promover o uso e exploração racional do mar e da costa para o bem social e desenvolvimento industrial e económico do país, os graduados da ESCMC poderão intervir, a vários níveis de execução e de tomada de decisão, nos sectores de desenvolvimento que intervêm na costa, tais como, pescas e aquacultura, turismo, agricultura, transportes e comunicação, ambiente, como promotores de desenvolvimento, como agentes económicos, como conselheiros e agentes activos na formulação de pareceres na adopção de políticas e legislação adequadas para o uso e exploração dos recursos marinhos e costeiros.

Os graduados poderão, ainda, seguir carreira académica e/ou de investigação, em universidades e instituições de investigação no país e além fronteira. Esforço especial será feito no sentido de adoptar os estudantes com conhecimentos suficientes e encorajar a geração de auto-emprego em aquacultura e indústria pesqueira de processamento e no turismo costeiro.


Foram elaborados os seguintes planos de estudo com vista a alcançar os objectos ora traçados para os cursos de graduação:

1. Oceanografia

2. Biologia Marinha

3. Quimica Marinha

 

No primeiro semestre são ministrados cursos de disciplinas básicas de ciências naturais e sociais, com o objectivo de sistematizar, uniformizar e consolidar os conhecimentos básicos dos estudantes recém recrutadas para os cursos profissionalizantes da ESCMC, tendo em conta que vêm de escolas secundárias com níveis diferentes. O segundo semestre é concebido para iniciar os estudantes na área de ciências marinhas e costeiras, daí que se ministram cursos de iniciação nas várias áreas de especialização em ciências do mar e da costa, incluindo áreas de tecnologia e engenharia marinha e costeira.

O segundo e terceiro anos foram concebidos para providenciar aos estudantes, uma base científica sólida e larga nas áreas de especialização dos cursos (o saber).

O último ano se destina a capacitar os estudantes em saber fazer, isto é, põe-se ênfase na aplicação dos conhecimentos na investigação e monitoramento de processos oceânicos, na gestão do meio ambiente e de recursos marinhos e costeiros, na promoção do uso e exploração sustentáveis e na gestão do mar e da costa; daí que as actividades incluem módulos de aplicação de conhecimentos, trabalhos de campo, projectos de pesquisa, estágio laboral e trabalhos de teses para a culminação de estudos.